Menu Rápido

25 de abr de 2011

Estilo - Silat - Indonésio

Qualidade: 

Originário da Indonésia, mais conhecido internacionalmente como pencak  Silat (pronuncia-se pen-chuck see-lut), pen cack Silat, pen chack Silat ou pentjak Silat (ortografia holandesa).

Por haver uma grande diversidade cultural na Indonésia, o Silat indonésio possuia variações em cada região onde era praticado. Essas variações transformaram-se nas diferentes escolas e estilos de Silat indonésio.



Por se tratar de lugar onde existia diversos grupos étnicos, muitas vezes com idiomas ou dialetos próprios, cada comunidade Indonésia utilizava um termo para referir-se à essa arte marcial vulgarmente chamada de Silat:

* Na Batavia (hoje Jacarta), o povo betawi referia-se à arte marcial Silat como maen pukulan;
* No oeste de Java o povo sundanês chamava essa arte de maempo ou maenpo (abreviação de "maen poho");
* Em toda a ilha de Java, o povo javanês chamava-a de pencak;
* No oeste de Sumatra, o povo minangkabau conhecia-a como Silat ou silek.

Há também relatos de outras palavras utilizadas em menor escala na Indonésia para referir-se ao Silat indonésio, tais como parmoca, Silat sile, penak, mamenca, entre outros.

Em 1946 na Indonésia, a palavra pencak  Silat foi escolhida como um termo unificador de todos os termos usados para referir-se ao Silat indonésio. Essa decisão foi estabelecida com a criação da "Associação de Pencak Silat da Indonésia", a "IPSSI - Ikatan Pencak Silat Seluruh Indonesia". A palavra seluruh, no contexto da frase, dava à Indonésia um sentido de exclusividade sobre o pencak Silat, e isso não era bom, pois havia um crescente interesse no Silat indonésio por parte dos países vizinhos tais como Malásia, Singapura e Brunei.




Para não excluir as suas contribuições e também não insultar os países vizinhos, em 1948, na cidade de Surakarta (Solo), na ilha de Java, ficou determinado que a associação passaria a se chamar "IPSI - Ikatan Pencak Silat" (Associação Indonésia de Pencak Silat), fazendo com que não parecesse para os outros países que a Indonésia estivesse reivindicando propriedade exclusiva do pencak Silat, mas simplesmente proclamando-se como apenas um dos países nos quais pencak Silat era praticado.

Em 1950, pencak Silat foi reconhecido oficialmente pela República da Indonésia como esporte nacional. No entanto esse termo unificador só entrou em vigor em 1973, quando representantes de diferentes escolas e estilos finalmente concordaram formalmente com o uso do "pencak Silat" no discurso oficial, embora os termos utilizados inicialmente para referir-se ao Silat indonésio ainda sejam amplamente utilizados a nível local:

* A palavra "pencak" e seus derivados dialéticos tais como "mosyak", "pamoncak", "poncak", "penca" e "menca" são mais comumente utilizados na Indonésia, especialmente pelas comunidades de Java, Madura e Bali. A palavra "penca" ou "panca" é mais utilizada no oeste de Java e "menca", "mencak", "manca" ou "mancak" em Madura e Bali;
* Já o termo "Silat" ou "silek" é utilizado em Sumatra.

Logo, a palavra pencak Silat é um composto dos dois termos mais comumente utilizados para artes marciais na Indonésia.

No uso moderno, pencak e Silat são considerados como sendo dois aspectos da mesma prática. Pencak é o aspecto do desempenho da arte marcial, enquanto Silat é a essência da luta e da auto-defesa.
No dia 11 de Março de 1980 foi fundado em Jacarta a "Federação Internacional de Pencak Silat", também chamada de Persilat (não confunda com pesilat). A palavra persilat é um acrônimo de "Persekutuan Pencak Silat Antarabangsa".


Nenhum comentário:

Quais conteudos, você está mais aguardado para 2016? [ Permitido várias respostas ]